MÉTODO

O curso acontecerá no modo “Live Class” (aula online ao vivo) pelo MAS Educação, plataforma de cursos on-line do Museu de Arte Sacra. É obrigatório o cadastro no site para todos os interessados assim que realizar a inscrição. Você pode se cadastrar clicando aqui, caso haja dúvidas de como usar o site, você pode assistir aos tutoriais neste link.

OBJETIVO GERAL

O objetivo do curso é apresentar um estudo sobre a Belle Époque na França. “Bela Época” é o termo frequentemente usado ao período datado entre 1871-80 e a eclosão da I Guerra Mundial em 1914. Ocorre durante a era da Terceira República Francesa e foi caracterizado pelo otimismo, pela paz na Europa continental, pela prosperidade econômica, pela expansão colonial, pelo avanço da tecnologia e da ciência e pelas inovações culturais. Esse foi um momento de grande efervescência cultural e artística, principalmente na França e particularmente em Paris. As artes floresceram marcadamente, com inúmeras obras-primas da literatura, música, teatro e artes visuais que ganharam amplo reconhecimento. A Belle Époque recebeu esse nome em retrospecto, quando passou a ser considerada a “Idade de Ouro” da Europa em contraste com as constantes revoluções do século XIX e as duas guerras mundiais posteriores. Esses fatores comparativos fizeram a Belle Époque parecer uma época de joie de vivre (alegria de viver). Paris era o retrato de uma era de otimismo e riqueza. O imperialismo francês estava no auge. Era um centro cultural de influência global. Alguns de seus modelos educacionais, instituições científicas e médicas estavam na vanguarda da Europa da época.

CONTEÚDO

16 de fevereiro de 2022
AULA 1 – A Comuna de Paris: o fim ou o começo de uma era
Esta insurreição recusou-se a reconhecer o governo oriundo da Assembleia Nacional, que acabava de ser eleito por sufrágio universal masculino, e optou por traçar para a cidade uma organização de tipo libertário, baseada na democracia direta. Esta insurreição e a violenta repressão que sofreu, tiveram um grande impacto internacional, particularmente dentro do movimento operário e dos vários movimentos revolucionários emergentes.

23 de fevereiro de 2022
AULA 2 – Paris
modelos de uma transformação urbana Haussmann foi escolhido pelo imperador Napoleão III para realizar um grande programa de renovação urbana de novas avenidas, parques e obras públicas em Paris. A renovação da cidade mudou suas habitações, o desenho das ruas e seus espaços verdes.

09 de março de 2022
AULA 3 – A Tecnologia, os Produtos e as Feiras Mundiais
A Torre Eiffel, construída para servir de grande entrada para a Feira Mundial de 1889, tornou-se o símbolo da cidade, para seus habitantes e visitantes de todo o mundo. Paris sediou outra Feira Mundial de sucesso em 1900, a Exposition Universelle. A luz elétrica começou a substituir a iluminação a gás e as luzes de néon foram inventadas. O nascimento do cinema.

16 de março de 2022
AULA 4 – O Impressionismo
O impressionismo se originou com um grupo de artistas sediados em Paris, cujas exposições independentes os trouxeram à proeminência durante as décadas de 1870 e 1880. O nome do estilo deriva do título de uma obra de Claude Monet que levou o crítico Louis Leroy a cunhar o termo em uma resenha satírica. Os impressionistas descobriram que podiam capturar os efeitos momentâneos e transitórios da luz do sol pintando ao ar livre. Retrataram como nunca o novo viver na França: o campo, a vida social e os encontros rápidos e fugidios.

23 de março de 2022
AULA 5 – Art Noveau
Estilo de arte, arquitetura e arte aplicada, especialmente em artes decorativas. O estilo foi mais popular entre 1890 e 1910. Foi uma reação contra a arte acadêmica, o ecletismo e o historicismo da arquitetura e a decoração do século XIX. Estilo que se inspirava nas formas naturais, como as curvas sinuosas de plantas e flores.

30 de março de 2022
AULA 6 – Moda e Costumes em 1900
Penas e peles exóticas foram mais proeminentes na moda do que nunca, quando a alta costura foi inventada em Paris, onde a moda começou a se mover em um ciclo anual. Em Paris, restaurantes como o Maxim’s alcançaram um novo esplendor e prestígio como locais para os ricos desfilarem. O estilo de vida boêmio ganhou um glamour diferente, exemplificado pelos cabarés de Montmartre.

06 de abril de 2022
AULA 7 – Paris: os contrastes
A Belle Époque contou com uma estrutura de classes que garantiu mão de obra barata. O sistema ferroviário subterrâneo do metrô de Paris juntou-se ao bonde no transporte da população trabalhadora, incluindo os empregados que não viviam nos centros ricos das cidades. Um dos resultados da nova urbanização foi a suburbanização e os grandes deslocamentos. Os bairros da classe trabalhadora e os da classe alta passaram a ser separados por grandes distâncias. O movimento operário internacional também se reorganizou e reforçou identidades pan-europeias. Paris como uma das capitais dos conflitos e das contradições produzidas pela expansão do sistema econômico. Capital intelectual dos movimentos contestatórios ao sistema.

13 de abril de 2022
AULA 8 – Os cabarets e o can-can
O cabaré Moulin Rouge foi um marco para a época. O Folies Bergère foi outro local importante. As performances burlescas eram muito populares na Belle Époque. Dançarinas, socialites e cortesãs eram bem conhecidas em Paris e foram celebridades que ajudaram a modelar a icônica arte dos cartazes de Toulouse-Lautrec. O can-can, dança com sua típica formação de pernas, se tornou uma atração popular nos cabarés e também era extensamente retratado em cartazes pela cidade.

20 de abril de 2022
AULA 9 – Vida Intelectual: Literatura, Poesia e Música
Uma visão geral sobre a literatura, a poesia e a música. A literatura europeia passou por uma grande transformação durante a Belle Époque. O realismo literário e o naturalismo alcançaram novos patamares. O realismo gradualmente evoluiu para o modernismo, que surgiu na década de 1890, e passou a dominar a literatura europeia durante os anos finais da Belle Époque e ao longo dos anos entre as guerras. Muitos compositores da Belle Époque estavam sediados em Paris: Igor Stravinsky, Erik Satie, Claude Debussy, Maurice Ravel.

27 de abril de 2022
AULA 10 – Vida Intelectual: Artes Visuais I
Reações contra os ideais dos impressionistas caracterizaram as artes visuais em Paris durante a Belle Époque. Entre os movimentos pós-impressionistas em Paris estavam os Nabis, o Salon de la Rose + Croix, o movimento simbolista (também na poesia, música e artes visuais), o fauvismo e o modernismo inicial.

04 de maio de 2022
AULA 11 – Vida Intelectual: Artes Visuais II
Artistas proeminentes em Paris durante a Belle Époque incluíram pós-impressionistas como Odilon Redon , Gustave Moreau , Maurice Denis , Pierre Bonnard , Édouard Vuillard , Paul Gauguin, Henri Matisse, Émile Bernard, Henri Rousseau, Henri de Toulouse-Lautrec (cuja reputação melhorou substancialmente após sua morte), Giuseppe Amisani e o jovem Pablo Picasso . As formas mais modernas de escultura também começaram a dominar, como nas obras de Auguste Rodin.

11 de maio de 2022
AULA 12 – I Guerra Mundial: fim de um sonho
O militarismo e as tensões internacionais cresceram consideravelmente entre 1897 e 1914, e os anos imediatamente anteriores à guerra foram marcados por uma competição geral de armamentos na Europa. Além disso, esta foi uma época de grande avanço de colonialismo. A I Guerra Mundial foi conhecida como a Grande Guerra ou como “a guerra que acabaria com todas as guerras”, tornando-se um dos maiores conflitos da história. Genocídios resultantes e a pandemia de gripe espanhola causaram milhões de mortes em todo o mundo. O fim da Belle Epoque.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS

• Compreender a representação da Belle Époque para a cultura ocidental.
• Contextualizar o papel das personalidades que frequentaram a França desse período.
• Entender a difusão da cultura e da etiqueta por meio dos salões, dos rituais e das celebrações na Paris de 1900.
• Apresentar a etiqueta, a moda e o refinamento dos gostos como material reflexivo para o entendimento da cultura;
• Analisar, criticar e contextualizar a cultura e o convívio por meio das regras sociais de comportamento de uma sociedade;
• Modelos, tratados, protocolos, vestuário, etiqueta e o uso dos diversos discursos e as melhores ações para determinadas situações, ocasiões de convívio e resoluções de conflitos no período da Belle Époque;
• A arte em modelos, tratados, protocolos e o uso dos diversos discursos para a composição e a produção da arte;
• Mostrar a arte como um campo interdisciplinar do conhecimento: Literatura, História, Filosofia, Sociologia, Antropologia, Psicologia, Teologia etc.;
• Escolher temas específicos para diversos trabalhos de pesquisa e estimular a produção de projetos em que a utilização da arte neoclássica esteja presente.

A QUEM SE DESTINA

O conteúdo oferece embasamento para estudiosos da arte e da cultura, historiadores, profissionais ligados à literatura e comunicação social, pesquisadores, professores que pretendam desenvolver o tema em sala de aula, profissionais de todas as áreas, estudantes universitários e interessados em geral.

OBSERVAÇÃO

Em caso de alguma situação específica, questões físicas relacionadas à audição ou outra necessidade especial, avise à equipe do MAS para que possamos tomar as medidas necessárias para um maior aproveitamento do curso.

PROFESSOR

Marcos Horácio Gomes Dias é Doutor em História Social pela PUC-SP; Mestre em História Social pela USP; pós-graduado em Arte e Cultura Barroca pelo Instituto de Filosofia, Arte e Cultura da Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP) e Bacharel em Ciências Sociais pela USP. Tem experiência na área de História e Sociologia, com ênfase em História, atuando principalmente nos seguintes temas: História da Arte; História do Barroco e do Rococó; Arte e Cultura em Minas Gerais; Neoclássico, Império e século XIX no Brasil; Teoria da Cultura; Patrimônio Histórico; História da Produção da Imagem; Teoria da Comunicação e Realidade Socioeconômica e Política Brasileira.

Datas: de 16 de fevereiro a 11 de maio de 2022 (quartas-feiras)
12 dias de aulas
Aulas: 16h00 às 18h00.
Carga horária: 36 horas
Valor: R$ 600,00 à vista ou R$ 690,00 (03 vezes)
Inscrições: mfatima@museuartesacra.org.br
Informações: (11) 5627.5393
CERTIFICADO
Clique aqui e faça seu cadastro para receber o certificado digital ao final do curso.
As aulas serão ministras online na plataforma Zoom.

Avaliações do Curso

N.D

classificações
  • 5 estrelas0
  • 4 estrelas0
  • 3 estrelas0
  • 2 estrelas0
  • 1 estrelas0

Nenhuma avaliação foi encontrada para este curso.

0 ALUNOS INSCRITOS

    Buscar Cursos

    Museu de Arte Sacra de São Paulo © 2020.